3 de jul. de 2014

Memórias 28 Anos V

DOIS PERDIDOS NUMA NOITE SUJA
No ano de 1993, A Turma do Dionísio estreava, Dois Perdidos Numa Noite, de Plínio Marcos.
Em 1985 o texto foi encenado pela primeira vez pelo TUSA (Teatro Universitário de Santo Ângelo), com direção de Antônio Kalb. No elenco estavam Dalmir Ledur e Paulo Menezes.
A Montagem da Turma do Dionísio (1993) foi dirigida por Jerson Fontana, com atuação de Pedro Leo Eckert (Peter) e Silvestre Grziboswski
Cenário: Jerson Fontana.    Figurinos: Viviane Gill.  Programação Visual: Augusto Bier.  Projeto Pedagógico: Maristela Marasca.  Técnica: Jerson Fontana

Aspectos Históricos:
Um dos textos de Plínio Marcos mais montados no Brasil, “Dois Perdidos Numa Noite Suja” possibilitou o aprofundamento das técnicas de interpretação para os atores do Grupo. Entretanto, a montagem do espetáculo foi marcada por dificuldades. Em primeiro lugar, a dificuldade de conseguir a liberação do texto.



Nenhum comentário:

Postar um comentário